Regra dos terços: o que é, como funciona e como usar

Regra dos terços

Um dos princípios mais fundamentais da fotografia, a regra dos terços permite que você obtenha melhores resultados e imagens mais equilibradas.

Não é uma técnica complicada e até fotógrafos iniciantes podem aplicar de forma eficaz. No entanto, é importante entender o que é e como ela funciona.

Em seguida, você encontra dicas e exemplos de como usar essa norma de composição fotográfica. Afinal, tirar boas fotos vai além de empregar um equipamento de qualidade.

É necessário ter um olhar sensível, estudar para desenvolver suas habilidades e praticar bastante. Saiba mais!

O que é regra dos terços?

O que é regra dos terços?

Imagine a cena que você vai fotografar cortada por quatro linhas, duas na vertical e duas na horizontal. Desse modo, o plano fica dividido em nove partes iguais.

A regra dos terços é a noção de que os elementos mais importantes de uma foto devem ser posicionados ou ao longo das linhas ou sobre os seus quatro pontos de intersecção.

Como resultado, temos uma composição decentralizada bem harmoniosa. Alguns fotógrafos consideram esta uma maneira básica, mas eficaz de compor imagens a fim de torná-las mais atraentes.

A maioria das câmeras digitais, até mesmo as de celular, já oferece a função de mostrar essa grade imaginária. Isso com o propósito de facilitar a visualização para quem ainda está se acostumando com a técnica.

No entanto, com a prática, dividir o plano mentalmente vai ficando mais fácil.

Por que usar a regra dos terços?

Todo fotógrafo conta com seu próprio senso de beleza. Mas a regra dos terços pode ser um ponto de partida para produzir imagens diferentes e mais chamativas para os olhos de seu público.

Às vezes, iniciantes tendem a colocar seus assuntos no centro da foto. Apesar de composições centralizadas criarem fotografias fortes, pode ser um pouco cansativo insistir neste formato.

Dessa maneira, jogar os pontos de interesse mais para o lado da imagem é capaz de trazer frescor e novidade para o seu trabalho.

Como funciona a regra dos terços?

É possível seguir a regra dos terços colocando o(s) assunto(s) da sua foto em qualquer uma dessas partes:

  • Pontos de intersecção. Toda imagem tem quatro locais em que as linhas se cruzam. Elementos posicionados ali guiam o olhar do observador;
  • Linhas horizontais. São duas e é comum posicionar sobre elas a linha do horizonte de uma paisagem;
  • Linhas verticais. Também existem duas. Podem ser usadas para equilibrar elementos da foto, principalmente prédios e outros itens de arquitetura. É o que foi feito, por exemplo, com a foto do farol que trouxemos no início deste texto;
  • Quadros. Feita a divisão imaginária, ficam nove quadros que podem ser usados para distribuir os elementos da sua composição;
  • Terços. Por fim, a combinação de três quadros – tanto na vertical quanto na horizontal – forma os terços. Posicionar o assunto da foto em um deles permite destacá-lo do fundo.

Na prática, para capturar uma imagem que segue a regra dos terços, é necessário garantir espaço o suficiente para que você possa fazer cortes e edições mais tarde.

Pode ser que você acerte de primeira, mas vale a pena ter uma área de segurança. Assim, você pode aproximar ainda mais o assunto da foto dos pontos de intersecção ou das linhas da grade.

Como usar pontos de interesse?

Regra dos terços - pontos de interesse

É a relação entre o espaço negativo – isto é, as áreas vazias da imagem – e o assunto da foto que cria pontos de interesse na sua foto.

Naturalmente, o olhar do espectador tende a se dirigir aos locais de intersecção. Então, posicionar neles o foco da sua fotografia traz equilíbrio. Além disso, cria tensão, energia e relevância.

Em um retrato de uma pessoa ou de um animal, o modelo e áreas específicas como os olhos e os lábios são importantes.

Por isso, tente colocá-los nas junções entre as linhas. É comum, aliás, utilizar a regra dos terços para criar um local para onde o sujeito da imagem esteja olhando.

Na imagem acima, por exemplo, dois terços da paisagem servem de espaço negativo. Enquanto isso, o cachorro, que é o personagem da foto, está no último terço, olhando a paisagem.

Sua cabeça é o ponto de interesse principal e, assim sendo, está em uma das intersecções.

Principais elementos de composição

Alguns tipos de fotografia não apresentam um ponto de interesse específico. É o caso das paisagens. Dessa forma, uma boa dica para compor a cena é dividi-la em terços e posicionar o horizonte em uma das linhas horizontais da grade.

Só para ilustrar, ao capturar um pôr-do-sol na estrada, o céu pode ocupar um terço da imagem. Enquanto isso, a terra toma os dois terços restantes.

Essa escolha torna a foto muito mais dinâmica do que se o horizonte fosse centralizado, não é mesmo? Afinal, quem a vê tem a sensação de que está se movimentando pela estrada.

Aqui, por outro lado a linha do horizonte foi movida para a parte de baixo da fotografia. Isso com a finalidade de dar destaque ao céu estrelado acima da cadeia de montanhas.

Quando posso quebrar a regra dos terços?

Nem sempre posicionar os pontos de interesse nas linhas ou nas intersecções da grade é a melhor opção para a sua foto. Dessa maneira, a regra dos terços deve ser levada mais como uma diretriz do que como uma norma engessada.

A imagem acima, por exemplo, vai contra esse tipo de composição e nem por isso a imagem fica menos harmoniosa.

Posso quebrar a regra dos terços

O fato de a modelo estar olhando direto para a câmera e de o vento estar movimentando seus cabelos justificam a centralização dos principais elementos da foto.

Contudo, repare que a paisagem de fundo segue a regra dos terços: a linha do horizonte foi posicionada em uma linha da grade, deixando dois terços para o céu e um terço para a cidade. É quase como uma imagem híbrida.

Em conclusão, o conceito por trás de uma fotografia é sempre mais relevante do que seguir técnicas específicas.

Mesmo assim, é importante aprender e entender os principais conceitos por trás da fotografia antes de experimentar por conta própria.

Então obrigada por chegar até aqui! Volte sempre que precisar!

Um abraço

One thought on “Regra dos terços: o que é, como funciona e como usar

  1. Em 1984, li numa HQ que Peter Parker mencionava essa técnica ao apresentar fotos do Homem-Aranha pro editorial do clarim diário, então, pra mim, não é novidade…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *