post-thumb

Ensaio Infantil – 5 Dicas Para Conseguir Ótimas Fotos


Quem não tem aquela foto quando criança fazendo cara rabugenta?

Por mais meigas que possam ser, não é sempre que uma criança está de bom humor para tirar fotos.

Ficar parado muito tempo, ter que fazer poses desconfortáveis, sorrir sem ser espontâneo.

Se até mesmo os adultos não gostam dessas coisas, imagine as crianças, que só querem mesmo estar por aí brincando e correndo?

Caso você tenha que encarar o desafio de tirar fotos de uma ou de um grupo de crianças, terá que usar a criatividade e a paciência para conseguir conquistas os baixinhos.

Por isso, separamos 5 dicas essenciais para quem pretende fazer um book infantil, fotografar um aniversário ou simplesmente tirar uma selfie com o pequenino.

1. Não Force Poses

Criança fazendo careta

Crianças já precisam ouvir ordens dos seus pais e professores durante o dia todo, todos os dias.

Escutar mais um adulto chato, que ela mal conhece, mandando fazer poses que não gosta só vai tornar o ensaio mais difícil.

Especialmente até os 7 anos de idade, a comunicação se torna um obstáculo e manter as crianças quietinhas em poses é muito difícil.

Para superar essa dificuldade, tente entrar na cabeça dela e lembre-se do tempo que você era criança.

Empatia é muito importante nesse momento!

Outra dica é conversar com os pais e com a própria criança antes de começar o ensaio.

Saber quais são seus hobbies, suas brincadeiras favoritas, o que acha engraçado, o que não gosta, o que atrai curiosidade.

E utilizar todos esses elementos ao seu favor.

Assim, o ensaio pode durar horas, mas será leve e divertido.

2. Aproveite Momentos Espontâneos

Menina correndo e sorrindo

Melhor que um ensaio posado é um ensaio natural! Além de lindo, as fotos ficam mais próximas da realidade.

Entretanto, há de se enganar que um ensaio espontâneo não é um ensaio muito bem produzido.

Cada detalhe importa na hora de fotografar uma criança, pois o inesperado sempre pode acontecer.

Para que dê tudo certo, é preciso ficar atento à alguns detalhes e configurações da câmera.

Primeiramente, iluminação é tudo.

Se o ensaio for em um local fechado, tente visitar antes para observar o comportamento da luz no ambiente.

Se for em local aberto, estude os melhores horários para aproveitar a iluminação natural, sem que irrite os pequenos.

Lembre-se também que a segurança deve estar sempre em primeiro lugar na hora de escolher o local das fotos.

No que diz respeito à câmera fotográfica, lembre-se que crianças estão se mexendo o tempo todo. Por isso, um obturador rápido, de no mínimo 1100 segundos, se faz muito necessário.

Outra dica é usar o modo foco contínuo, assim não precisará parar para focar em cada nova risada ou reação espontânea da criança.

Fique sempre a postos, observando cada ação e tentando prever o imprevisível em busca de capturar os melhores momentos.

Deixe para ver as fotos depois que você tirar e de preferência para ter várias opções.

3. Crie Brincadeiras e Desafios

Foto de menino pulando em uma poça de água

Para tornar o ensaio uma verdadeira aventura, crie uma historinha!

Ela facilitará você na hora de seguir uma sequência lógica de retratos e entreter a criança ao longo das fotos.

Você pode transmitir a história como se cada momento do ensaio fosse um novo desafio.

Ao final de cada etapa, ofereça parte de um brinde maior que será entregue ao final do ensaio e transforme o editorial em uma caça ao tesouro.

Também é possível fechar “tratos” com a criança.

Crie uma brincadeira informal na qual a criança detenha parte do controle do ensaio.

Nela você propõe à criança que escolha uma pose para foto e em seguida você irá propor outra pose. Mas não precisa ficar preso a poses rígidas.

Reforçando o que afirmamos no primeiro tópico, crianças até 7 anos não gostam muito disso.

Então, utilize comandos como “corre daqui para lá”, “dá uma cambalhota”, “faz um giro” que realmente associam a sessão de fotos a um momento de diversão.

O mais importante é deixar a criança em sua zona de conforto, pois dessa maneira será mais fácil captar expressões genuínas.

4. Aposte em Métodos Diferentes

Menino tirando foto com câmera fotográfica

Dependendo do motivo do ensaio, é possível buscar alternativas e métodos diferenciados para agregar diversão na hora de produzir as fotografias.

Uma dessas alternativas é apostar em câmeras e equipamentos diferentes, como as cabines fotográficas, para que a criança consiga participar de maneira ativa do ato de fotografar.

Para ensaios externos, que tal acoplar uma Gopro na bicicleta ou no patinete do baixinho?

Assim você consegue capturar momentos espontâneos de diversos ângulos.

Se for verão, também dá para usar câmeras à prova d’água e desafiar a criança a tirar retratos seus e de seus amigos na piscina ou em brincadeiras no jardim que envolvam água, como guerra de balões, arminhas de água e futebol de sabão.

Já se a ocasião das fotos for algum tipo de evento, como por exemplo um aniversário infantil, as cabines e totens de fotos fazem o maior sucesso!

O equipamento é de fácil utilização e imprime instantaneamente o retrato.

Hoje em dia existem alternativas ainda mais interativas, oferecidas pelas empresas que fazem esse tipo de ação, que envolvem edição de fotos com molduras ou efeitos divertidos e a impressão da foto em papel chamex de alta qualidade para colorir.

5. Tenha paciência

menina segurando uma flor

Crianças costumam ter reações exageradas a algumas coisas, e isso é normal!

Às vezes pode ser birra, ou um tropeção, ou simplesmente fome e cansaço.

O que deve acontecer é o fotógrafo permanecer no seu papel de adulto, não querendo reagir de maneira inconveniente e grosseira.

Lembre-se que os pais da criança estarão ali para dar o suporte necessário em alguma situação, mas você deve manter o profissionalismo.

Como comentamos no primeiro tópico, empatia é essencial, e ela pode estar presente nos mínimos detalhes.

Uma maneira muito simples de criar conexão com a criança é simplesmente se abaixando e tirando foto na mesma altura que ela.

Além de poder capturar o mundo da criança sob os seus olhos, o fotógrafo deixa de ser uma figura intimidadora e se torna um igual.

Gostou das dicas que separamos para você nesse artigo? Você tem alguma dica que gostaria de compartilhar conosco? Deixe seu comentário logo abaixo e aproveite para compartilhar nas redes sociais.